Título: A Última Música
Autor: Nicholas Sparks
Ano: 2010
Número de Páginas: 400
Editora: Novo Conceito

Sinopse: Verônica Miller teve sua vida virada de cabeça para baixo quando seus pais se divorciaram e seu pai se mudou de Nova Iorque para Wilmington Beach. Três anos depois, ela continua zangada e alienada em relação aos seus pais, especialmente seu pai... até que sua mãe decide que seria melhor para todo mundo se Ronnie e seu irmão, Jonah, passassem o verão em Wilmington Beach. O pai de Ronnie, pianista e ex-professor, vive uma vida tranquila na cidade de praia, imerso na criação de um vitral para a igreja local.
O conto se transforma em uma história inesquecível sobre o amor em suas diversas formas — o primeiro amor, o amor entre pai e filho — que mostra, de uma forma que só um romance de Nicholas Sparks é capaz, as diversas formas que um relacionamento pode quebrar nossos corações... e curá-los. 



O que achei: Eu nem preciso dizer que quando comecei a ler o livro, já sabia que ia gastar muitos lencinhos de papel enxugando minhas lágrimas. E não é mentira, realmente chorei.

"A vida, entendeu, era bem parecida com uma música. No começo, há mistério, e no final confirmação, mas é no meio que reside a emoção e faz com que a coisa toda valha a pena."

A história começa com Ronnie contando sobre como sua vida mudou durante o verão, e tudo tem início com um incêndio que destruiu boa parte da igreja da cidade onde vive seu pai. Sua mãe decide que ela e seu irmão pequeno, Jonah, devem passar o verão com o pai e mesmo contra sua vontade, ela acaba indo. Steve, o pai de Ronnie, vive em uma casa de praia após se divorciar da esposa e deixar de ser professor, sua vida resume-se em tocar piano e criar um vitral para a igreja incendiada, onde ele passou boa parte de sua vida e aprendeu a tocar piano. Extremamente revoltada, Ronnie não perdoa seu pai por ter saído de casa e abandonar a família, por isso rejeita toda e qualquer aproximação e tenta agir como rebelde o tempo inteiro. Como o pai, Ronnie possui um enorme talento para ser pianista, mesmo assim não tem planos nenhum para o futuro, já foi fichada por roubo e não quer nunca mais tocar piano na vida.

"As pessoas devem ser julgadas por suas ações, já que no fim são as ações que as definem".

Na praia, durante um 'pequeno acidente, ela conhece Will, o garoto mais popular da cidade, e após alguns momentos de implicância, ela vai baixando a guarda e o inevitável acontece: eles acabam se apaixonando profundamente.

"Ele sorriu e seus olhares se cruzaram. Ela olhou para a areia, depois para a praia, e finalmente para ele. Balançou a cabeça, não conseguindo esconder um sorriso, como se estivesse maravilhada com o que acontecia entre eles e curtindo cada momento."

Mas ela não sabe que Will guarda um segredo que pode mudar sua idéia de como ver o mundo de uma nova maneira, e o mais importante que é aprender a perdoar.
Quando ela chega na cidade, conhece Blaze, uma menina que torna-se sua 'amiga' e através dela conhece seu namorado Marcus, um rapaz bad boy que quer Ronnie a qualquer custo.

"Até onde você iria para proteger um amigo?"

Entre intrigas, enganos, doenças, romance, brigas, tartarugas marinhas, e muito mais, é impressionante como Nicholas Sparks consegue nos preender em suas histórias. Nesse livro, o tema central fala de relações familiares e perdão. Chorei e também ri bastante durante a minha leitura, e me emocionei bastante aprendendo como a relação de pai pra filho é importante, em como devemos nos orgulhar das pessoas que nos criaram ou que simplesmente fizeram o melhor possível para nos ver felizes.
Algumas passagens do livro são simplesmente perfeitas e nos fazem pensar em uma única palavra: Ual!
Algumas tratam de amizade, outras de perdão e outras até mesmo de Deus. Como dizem: "O amor tem razões que a própria razão desconhece". Simplesmente perfeito.

"Mas quando o Espírito Santo controla nossa vida, produzirá os seguintes frutos em nós: amor, alegria, paz, paciência, gentileza, bondade, delicadeza e autocontrole. (Gálatas, 5.22)"

Uma história inesquecível sobre amor, carinho e compreensão. Sobre o amor entre pais e filhos, da alegria do primeiro amor, de amadurecimento, recomeço e perdão.

Acabei de ver o filme (sério, agora mesmo) e ainda estou com o rosto molhado de lágrimas. =P
Me identifiquei intensamente com o livro e dedico a todos, sem dúvida. Uma melodia que merece ser desfrutada. Emocione-se também. =D

Trailer do filme "A Última Música (The Last Song)"


Saiba mais:

Twitter do livro: @aultimamusica
Twitter da Novo Conceito: @novo_conceito

Compre agora!


Nível do vício: 

12 Comentários

  1. Esse livro é lindo demais *-* Eu adorei a história!
    Mas não fui muito com a cara da protagonista não... Ô menininha sem noção...
    Mas o livro é bom demais!

    ResponderExcluir
  2. Dizem q é melhor que o querido john! Estou louca pra lê-lo. Parece ser ótimo. OMG, chorar mais??? Ninguem merece rsrs
    ótima resenha, Mi! Daki a poko vou te arrancar alguns spoiler. Bjsss

    ResponderExcluir
  3. Estou com esse livri "na fila" aqui em casa... querp muito legal!
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Olá, troquei meu banner, por favor, substitua aqui no blog, obrigada, bj

    http://danfalandodelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Ameiii sua resenha!!!!!!!!!!!!!
    Beijos,

    ResponderExcluir
  6. um dia eu ganho/compro esse livro xD ah, eu tô ali no canto \o/

    ResponderExcluir
  7. Eita!!! já sei que vou chorar que nem vc heheehe... já perdi as contas das promoções que estão premiando com esse livro e que eu me inscrevi... quero tanto ganhar hehehehe...

    Bjossss e ótima semana!!!!!!

    ResponderExcluir
  8. Quero muitaooooo ler esse livro...
    Mas já tenho tantos pra ler, e estou tão sem tempo...
    Vamos ver qdo vai dar pra ler, neh!?
    **

    ResponderExcluir
  9. Eu li e adorei…
    Só achei a narrativa um pouco confusa, às vzs eu voltava ao início do capítulo para saber sobre quem era.
    Mas, achei a história linda, e chorei pra caramba. =/
    Só não li “Querido John” porque fiquei sabendo do final em uma resenha. Perdeu a graça…
    A capa é linda! ;D

    ResponderExcluir
  10. Anônimo6/3/12 20:29

    ese livro é dimais haaaaaaa

    ResponderExcluir
  11. Ai eu já li esse livro e é realmente muuuito bom!Adorei e também chorei bastante,muito emocionante!Recomendo a todos,é um dos melhores livros que já li.

    ResponderExcluir