Título: Um Dia - Vinte Anos, Duas Pessoas
Autor: David Nicholls
Ano: 2011
Número de Páginas: 416
Editora: Intrínseca

Sinopse: Dexter Mayhew e Emma Morley se conheceram em 1988. Ambos sabem que no dia seguinte, após a formatura na universidade, deverão trilhar caminhos diferentes. Mas, depois de apenas um dia juntos, não conseguem parar de pensar um no outro.
Os anos se passam e Dex e Emma levam vidas isoladas - vidas muito diferentes daquelas que eles sonhavam ter. Porém, incapazes de esquecer o sentimento muito especial que os arrebatou naquela primeira noite, surge uma extraordinária relação entre os dois.
Ao longo dos vinte anos seguintes, flashes do relacionamento deles são narrados, um por ano, todos no mesmo dia: 15 de julho. Dexter e Emma enfrentam disputas e brigas, esperanças e oportunidades perdidas, risos e lágrimas. E, conforme o verdadeiro significado desse dia crucial é desvendado, eles precisam acertar contas com a essência do amor e da própria vida.



Minha Opinião: Uma verdadeira história de amor que tem início em uma noite após a formatura e que durante 20 anos se torna oculta por trás de uma amizade inesquecível.
No ano de 1988 quando se inicia a história, eu já era nascida porém era apenas uma criança e obviamente não me recordo daquela época. Mas "Um Dia" faz com que tudo se esclareça tão bem que é como estívessemos realmente vivendo naqueles tempos onde as modas eram outras, e até o jeito de falar eram diferentes. David Nicholls sabe ser impecável criando uma tragetória de acontecimentos marcantes capaz de levar qualquer um dos seus leitores a se emocionar. E duvido que ao final dessa história você também não esteja com lágrimas nos olhos e tenha percebido como a amizade é uma das coisas mais importante do mundo.
"É difícil encontrar um romance que trate o passado recente com tanto conhecimento de causa. É ainda mais raro encontrar algum que os protagonistas sejam construídos com tanta solidez, com uma fidelidade tão dolorosa à vida real." – Jonathan Coe, Livros do Ano do The Guardian, 2009.
Dexter Mayhew e Emma Morley, dois jovens na casa dos 20 anos de idade, acabam passando a noite juntos após a festa de formatura da faculdade, na data de 15 de julho de 1988. Eles não eram um casal e nem perto disso, mas o que era para ser uma noite apenas de diversão acaba dando início a uma amizade cheia de altos e baixos profundamente emocionante. Quando Em pergunta a Dex "Onde você se imagina em quarenta anos?" enquanto ainda estão deitados na cama, não sabemos de verdade o quanto isso ia ser difícil de ser respondido.
A cronologia da história é impecável e mostra cenas importantes de cada dia 15 de julho dos anos seguintes ao 1988 nas vidas de Dexter e Emma. Em alguns anos eles estão juntos e em outros não. Mas sempre mantendo contato, mesmo que através de cartas ou telefonemas. Diferente de um romance comum, os dois não se tornam um casal de fato, apenas amigos com certos 'benefícios' e deixam a vida seguir seu curso para ambas as partes envolvidas. A amizade dos dois sempre permanece e acompanhamos suas vidas durante os próximos 20 anos, ou seja, desde o período pós faculdade até a chegada da meia-idade. Tudo isso contado com tantos detalhes que é como se fôssemos personagens ocultos da história.
"- Sabe de uma coisa, Em, se você ainda estiver solteira quando tiver quarenta anos, eu caso com você.
Emma olhou para ele com uma franca aversão.
- Isso foi uma proposta, Dex?
- Não é para agora, mas para quando nós dois estivermos desesperados."
Acompanhamos então, a vida de ambos personagens com o passar dos anos, seus amadurecimentos e relacionamentos amorosos, seus cotidianos e a busca por qual profissão seguir, enfrentando os obstáculos da vida e muitas vezes sofrendo as consequências pelos seus atos.
Enquanto Emma consegue cada vez mais se firmar naquilo que gosta de fazer - ensinar e escrever -, Dex passa por mais baixos do que altos e, por causa de sua grande prepotência, não enxerga que seu lado profissional está indo de mal a pior e acredita que gastar seu dinheiro com tudo o que pode é a melhor opção para os seus problemas.
O amadurecimento dos personagens é um ponto alto da história, pois vemos como os pensamentos vão mudando ao longo dos anos e os objetivos vão se tornando mais reais. A pressão da idade e a idéia de construir uma família acontecem em momentos diferentes da vida de Dex e Emma e cada um acaba lidando com essas mudanças de formas distintas.
"Mesmo naquele momento, em meio ao torpor do vinho tinto e ao desejo, Dexter se surpreendeu pensando no que Emma Morley diria."
"Um Dia" é um livro basicamente sobre a vida. Não somente sobre amizade e amor, mas sobre as mudanças na vida de cada um, talvez eu e você. Todos nós. Dex e Emma passam por muita coisa e o leitor se emociona com cada fase de suas vidas. É impossível não compartilhar dos sentimentos dos personagens, pois a história é tão real a esse ponto. E o amor dos dois mesclado com a amizade é uma coisa linda de se ler. Linda e emocionante.
Quer saber como essa história termina? Se eles finalmente ficam juntos no final? Leia e descubra. Definitivamente, vale a pena.

E para quem ainda não sabe, o livro está fazendo tanto sucesso de crítica e público que teve o roteiro adaptado para o cinema pelo próprio autor, David Nicholls. O filme, dirigido pela cineasta dinamarquesa Lone Scherfig, que também dirigiu Educação, traz a atriz Anne Hathaway no papel de Emma Morley e Jim Sturgess no papel de Dexter Mayhew.
O filme estréia dia 08 de julho (este mês) nos Estados Unidos.

Trailer do filme:

Indicadíssimo! =)

Compre agora!


Nível do vício: 

8 Comentários

  1. MUITO Curioso para ler este livro é assistir o filme! Ótima resenha!

    JACKSON - http://www.blogmundodoslivros.com

    ResponderExcluir
  2. Ai graças a Deus já vai estreiar o filme, to louca pra assistir logo!!! *__________* Mt booooom

    ResponderExcluir
  3. Estou louco para ler esse livro. O formato parece ser legal. Parece mesmo muito emocionante, já está na minha lista de leitura. E quanto a adptação cinematográfico, eu acho que vai ficar bem fiel ao livro né, levando em consideração que quem escreveu o filme foi o autor também. As pessoas não vão ter o que reclamar, haha. Beijos,

    @minha_estante - Minha Estante

    ResponderExcluir
  4. Michelli!
    Esse livro já está na lista dos meus desejados.
    Todas as resenhas que leio dele, falam bem.
    Gostei da sua resenha.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  5. Estou ansiosa pra ler o livro, mas estou sem $$ no momento dai acabo so passando vontade rs,
    beijos.

    ResponderExcluir
  6. Olá michelle, O "viciados pela leitura" me deu fôlego novo...eu tenho muitos livros pra ler, mas os lacrei pra terminar a pós-graduação. Agora que ela terminou, eu vou poder ler o que comprei na bienal...inclusive este livro que a história me fascinou no dia...adorei teu blog,bjus.

    ResponderExcluir
  7. Verу nіce post. Ι certаinly appгеcіatе thіs ωеbsitе.
    Keeρ іt up!

    Mу webρage ... caminoalislam.com

    ResponderExcluir