Título: Cidade dos Ossos - Vol. 1, Série Os Instrumentos Mortais
Autora: Cassandra Clare
Ano: 2010
Número de Páginas: 462
Editora: Galera Record

Sinopse: Um mundo oculto está prestes a ser revelado... Quando Clary decide ir a Nova York se divertir numa discoteca, nunca poderia imaginar que testemunharia um assassinato - muito menos um assassinato cometido por três adolescentes cobertos por tatuagens enigmáticas e brandindo armas bizarras. Clary sabe que deve chamar a polícia, mas é difícil explicar um assassinato quando o corpo desaparece e os assassinos são invisíveis para todos, menos para ela. Tão surpresa quanto assustada, Clary aceita ouvir o que os jovens têm a dizer... Uma tribo de guerreiros secreta dedicada a libertar a terra de demônios, os Caçadores das Sombras têm uma missão em nosso mundo, e Clary pode já estar mais envolvida na história do que gostaria.

Minha Opinião: Sei que demorei para fazer a resenha, mas a verdade é que eu não encontrava palavras para descrever o quanto me viciei não só no livro 'Cidade dos Ossos', mas em toda a série 'Os Instrumentos Mortais' (Tá explicado porque a resenha tá enooorme =P). Mas vamos falar só do primeiro para não acabar com a graça. hehehe
'Cidade dos Ossos' é o primeiro livro da série que inicialmente seria uma trilogia, porém outros 3 livros virão no futuro e tenho certeza de que quem é fã está se roendo por dentro pra saber mais sobre o que acontecerá com o futuro dos personagens Jace, Clary, Simon, Isabelle, Alec, Magnus...
Quando terminei de ler o primeiro volume, minha boca estava aberta e minha mente estava a mil! Sério, o livro é excelente e prende o leitor até o fim. Por isso não tenho receio em dizer que Cassandra Clare se tornou uma das minhas escritoras favoritas logo de cara.

Logo no início conhecemos Clarissa Fray, ou simplesmente Clary, uma adolescente aparentemente comum que, após uma discussão com sua mãe, decide ir com seu melhor amigo Simon a uma boate super badalada chamada Pandemonium. Lá ela sente-se atraída por um menino bonito de cabelos azuis e o segue com o olhar, até perceber que ele está sendo seguido por um trio de jovens de aparência perigosa. Clary os segue e acaba presenciando uma cena de assassinato. Os jovens matam o rapaz, mas o corpo desaparece bem na sua frente. E pra piorar, Clary é a única que pode vê-los. Daí então vem a pergunta: O que fazer quando você presencia um homicídio e é a única pessoa que pode ver quem são os assassinos?

- E dizer a eles o que? - Jace disse intimidando. - Que pessoas invisíveis estão aborrecendo você? Acredite-me, garotinha, a policia não vai prender alguém que não pode ver.

Clary nunca conheceu seu verdadeiro pai que - até onde ela sabe - morreu em um acidente antes dela nascer, e foi criada apenas pela mãe e por Luke, melhor amigo de Jocelyn, que foi basicamente a única figura paterna que ela teve. Simon, um adolescente nerd e super protetor, é seu melhor amigo desde sempre e ele sonha em um dia se tornar um astro de rock com sua banda de escola.
Os três jovens da boate são Alec, sua irmã Isabelle e Jace. Clary então descobre que eles são chamados de Caçadores de Sombras e que, na verdade, caçam os demônios que vivem entre nós, mais precisamente em New York. Ela consegue vê-los através de um feitiço (traduzido como Glamour) que protege os humanos (chamados de mundanos) de enxergarem o que acontece de verdade ao nosso redor, como seres sobrenaturais (fadas, vampiros e lobisomens são apenas uma parte, ok?) e esconderijos dos próprios Caçadores de Sombras. Jace e companhia também querem saber o porquê dela poder enxergá-los quando ninguém mais pode e esse é apenas o começo das mudanças na vida de Clary. Sua casa é invadida e Clary descobre que sua mãe, Jocelyn Fray, está desaparecida. Um demônio fere Clary e ela é socorrida por Jace, que a leva para o Instituto (onde o trio mora) e lá eles descobrem que a mãe de Clary também era uma Caçadora de Sombras.

No Instituto, Clary conhece Hodge, o tutor de Jace, e descobre que está mais envolvida com o mundo sobrenatural do que imaginava. Ela descobre o poder das runas e que os Caçadores possuem essas marcas pelo corpo como se fossem tatuagens, e cada uma possui um significado diferente que corresponde a um poder em que as usa, como por exemplo a runa de Cura. Clary conhece também a história de como foi foram criados os primeiros Caçadores de Sombras; que no que diz a lenda, um feiticeiro convocou a presença do anjo Raziel, que ao misturar seu próprio sangue ao sangue de alguns mortais e, logo após dar-lhes para beber, se tornaram 'Caçadores de Sombras' ou 'Nephilins', passando assim, de geração para geração a linhagem através do sangue. O cálice usado para essa mistura passou a ser chamado de Cálice Mortal e é um dos três instrumentos mortais que dão nome a série.

O grande vilão é Valentim, um antigo Caçador de Sombras que sempre almejou um mundo totalmente puro, onde existiriam apenas Nephilins e livre de qualquer habitante do submundo (vampiros, fadas, lobisomens, etc). Há anos, quando ele liderou um ataque aos habitantes do submundo durante a assinatura dos acordos de paz em Idris, cidade natal dos caçadores, seus planos foram frustrados e Valentim, dado como morto. Porém, ele está vivo e pretende encontrar o Cálice Mortal para criar seu exército pessoal de novos Caçadores e continuar seu plano de extermínio.

Descobrindo cada vez mais segredos que ela nunca poderia imaginar e com esperança de encontrar sua mãe novamente, Clary encara várias aventuras e descobre que sua vida inteira foi feita de mentiras e repleta de um passado oculto não tão estranho assim. Dor, traição, amizade, confiança e um amor impossível fazem parte dessa história repleta de suspense com pitadas de comédia e sarcasmo que irão deixar o leitor de queixo caído.

Perdida nos próprios pensamentos, ela levou alguns instantes para perceber que Jace estava dizendo algo. Quando piscou para ele, viu que ele tinha um sorriso torto desenhado no rosto.
- O quê? – ela perguntou, sem qualquer afeto.
- Gostaria que você parasse de tentar chamar minha atenção tão desesperadamente – ele disse. – Está ficando embaraçoso.
- O sarcasmo é o refúgio dos fracos. – ela disse a ele.
- Não consigo evitar. Uso minha sagacidade para esconder minha dor interna.

Falando um pouco dos personagens, Jace Wayland é sem dúvida o melhor personagem criado nos últimos tempos. Lindo, loiro e de olhos dourados, com seu jeito irônico e protetor ele consegue deixar qualquer mulher apaixonada. (Espaço para suspiros "Oh Jace" kkkk) E não pensem que ele é meloso como um Edward, pois estarão completamente enganadas! O personagem de Jace é muito misterioso e durante a leitura descobrimos a verdadeira razão de seu cinismo e seu jeito convencido de ser. Como ele mesmo diz em uma parte: "Amar é destruir, e ser amado é ser destruído".

– Pelo menos – ela disse –, você não precisa se preocupar com rejeição, Jace Wayland.
– Não necessariamente. Eu mesmo às vezes me dispenso, só para manter as coisas interessantes.

Clary também me surpreendeu por ser corajosa e decidida, sem ficar chorando pelos cantos diante de tantas surpresas em sua vida.
Simon Lewis... bom, Simon me deixou dividida em alguns momentos. Não por ser chato, pois ele não é, mas por não saber quem seria o melhor par para Clary: Simon ou Jace. Com seu jeito super amigo apesar de tudo, ele consegue ser extremamente fofo e inteligente. Não vou contar dos outros livros, mas só posso dizer que ele ganhou minha confiança. =P
Alec Lightwood me deixou com raiva em alguns momentos, mas passou. =P
Isabelle Lightwood é linda e acima de tudo, super fashion! Como diz Clary, nunca imaginei que caçar demônios e estar na moda pudessem andar juntos. rsrsrs
Fora outros personagens que adorei, que se eu for citar todos aqui não teria espaço. (Magnus Bane, oi? =P).

- É nessa hora que você começa a rasgar tiras da sua própria blusa para fazer um curativo no meu machucado? - brincou Clary. Ela tinha horror a sangue, especialmente ao dela própria.
- Se você queria que eu arrancasse minhas roupas, bastava ter me pedido. - Ele pôs a mão no bolso e pegou a estela. - Teria sido muito menos doloroso.

Amei o livro inteiro e confesso que o final quase me fez arrancar os cabelos! Com um final totalmente imprevisível e surpreendente, Cassandra deixa o pobre leitor a beira do abismo com cara de 'quero mais agora!' e roendo as unhas para saber o que o futuro aguarda para Clary, Jace e companhia. Cassandra Clare está de parabéns pelo livro e por ter colocado tantos assuntos polêmicos com tanta categoria, de uma forma tão bem escrita. Sem dúvida, Cidade dos Ossos entrou para meus livros favoritos e espero que gostem tanto quanto eu!

Leia o primeiro capítulo!!

Site oficial: http://www.instrumentosmortais.com.br/
Twitter oficial: http://twitter.com/IMoficial


No momento o site oficial está com uma promoção de fanfiction, onde os fãs do livro podem enviar suas histórias. As melhores serão exibidas no site e a considerada campeã escolhida pela própria autora Cassandra Clare ganhará um kit exclusivo Cidade dos Ossos

Curiosidades: 
- Obra publicada em 26 países.
- Bestseller nos Estados Unidos, Alemanha, Itália, Espanha e Austrália.
- Todos os livros da trilogia frequentaram a lista do New York Times; a série esteve na lista por mais 33 semanas.
- A autora tem mais de 15 mil seguidores no Twitter.
- A capa traz um recado de Stephenie Meyer (Crepúsculo) que diz: "Queridos Edward e Jacob, Adoro vocês dois, mas vou passar o fim de semana com Jace. Desculpe! Com amor, Stephenie Meyer".
- 3 milhões de exemplares vendidos nos Estados Unidos.
- A capa possui um efeito holográfico nos detalhes das tatuagens e da cidade, muito lindo!
- O livro em breve irá virar filme pelo estúdio da Sony Pictures.

Outros livros da série (Os volumes 2 e 3 já saíram nos EUA):
- City of Ashes - Vol. 2
- City of Glass - Vol. 3
- City of Fallen Angels - Vol. 4 (Previsão de lançamento nos EUA - 04/11)
- City of Lost Souls - Vol. 5 (Previsão de lançamento nos EUA - 05/12)
- City of Heavenly Fire - Vol. 6 (Previsão de lançamento nos EUA - 09/13)



Booktrailer:


Compre agora!


Nível do vício: 

9 Comentários

  1. Nossa, você foi totalmente abduzida por essa saga, kkkk
    To louca para conhecer o universo de Cidade dos Ossos, to esperando ganhar o livro dia 13 no evento aqui em Brasília, sorte para mim, kkk
    ótima resenha, dá pra saber realmente o que esperar do livro!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  2. Cidade dos Ossos deve ser "O" livro do ano. Estou com muita vontade de lê-lo, pois todo mundo fala muito bem dele e eu quero ser o próximo!

    ResponderExcluir
  3. Ah... mais alguém falando super bem desse livro >.< Estou me sentindo completamente fora de lugar porque ainda não li >.<

    ResponderExcluir
  4. Kraca, nunca te vi tão empolgada antes para escrever uma resenha. C caprichou! Ufa! Quanta informação. É quase um spoiler kkkkkkkkk
    Adorei tudo, a história do livro, as quotes. Eu to louca pra ler esse livro. Eu vi um dia na saraiva por 33,00 e quase comprei. A capa é a coisa mais linda. Vendo assim por foto não dá pra ver q na verdade ela é toda brilhante. linda linda linda!
    bjsss

    ResponderExcluir
  5. Demorou pra fazer a resenha mas garanto a vc que depois de ler atentamente eu decidi que quero esse livro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Amo esse livro, ele é muito bom, agora nos resta aguardar o segundo, que venha logooo, beijos.

    ResponderExcluir
  7. Nem preciso falar como amooo essa série né?????
    Só espero que não estraguem a história no filme como fizeram com Crepúsculo ou Percy Jackson (esse um verdadeiro massacre).
    E que escolham um ator decente e lindo para viver o Jace [*suspiros*].

    Só de ler sua resenha me deu vontade de reler de novo.
    Mas afinal esse livro vale a pena ler de novo, e de novo, de novo... Ahahahah

    Bye

    ResponderExcluir
  8. Realmente o livro é show! Adorei a resenha, quase me poupou de ter que ler o livro 1 pra relembrar antes de ler o 2. Chorei no final do primeiro de raiva pela história ter acabado! Agora vou começar o segundo!! Parabéns pelo BLOG!!!
    Adorei!

    ResponderExcluir