Título: As Mentiras Que Os Homens Contam
Autor: Luis Fernando Veríssimo
Ano: 2000
Número de Páginas: 176
Editora: Objetiva

Sinopse: Quantas vezes você mente por dia? Calma, não precisa responder agora. Também não é sempre que você conta uma mentira. Só de vez em quando. Na verdade, quando você mente, é porque precisa. Para proteger o outro - e de preferência, a outra. Foi assim com a mãe, a namorada, a mulher, a sogra. Questão de sobrevivência. Tudo elo bom convívio social, pela harmonia dentro de casa, para uma noite mais simpática com os amigos. Você só mente, no fundo, para poupar as pessoas, e, sobretudo, para o bem das mulheres.
'Luis Fernando Verissimo', este observador bem-humorado do cotidiano brasileiro, reúne aqui um repertório divertido de histórias assim - tão indispensáveis que, de repente, viram até verdades. Depende de quem ouve. Depende de quem conta.



O que achei: Se me perguntarem se achei ótimo, não mentirei. Não achei. Ótimo não, mas bom. Muito bom. Talvez porque eu esperasse mais de uma obra do magnífico Veríssimo, não acabasse rindo tanto quanto imaginava. Os contos são realmente engraçados e alguns você com certeza já deve ter ouvido por aí, do namorado, marido, pai, ou qualquer outro ser do sexo masculino ao seu redor.
É certo que os homens mentem (ok, deixo pra vocês homens reclamarem nos comentários), e nesse livro participamos das histórias mais bizarras já inventadas pelos homens quando querem nos encanar, pobres mulheres. Sorte que nem todas das histórias caem nas mentiras deslavadas inventadas por eles. Algumas são realmente corajosas e dão o troco. Outras, infelizmente, acabam se deixando levar por aquela história da aliança que esqueceu em casa, no futebolzinho com amigos domingo a tarde, na saidinha pro bar pra beber com amigos, e etc. Mas nem em todas as histórias as vítimas são apenas as mulheres. Eles mentem para os amigos, familiares, amantes... Tudo para o bem de todos.
O pior de tudo é a resposta do porquê eles mentem para nós: para nos porteger. É mole? Veríssimo conta que os homens mentem pela necessidade de proteger e poupar as pessoas de uma verdade dolorosa.
Em alguns casos é até verdade e as mentiras acabam saindo facilmente, como se fossem a mais pura verdade. Como se mentir fosse a única solução. Afinal, quem nunca esqueceu o nome de alguém e tentou lembrar no meio da conversa?
E você, já mentiu para proteger alguém?  =P

Compre agora!


Nível do vício: 

10 Comentários

  1. EU SEI DE TUDO... HAUhauAHUhau Amo esse livro, ri a cada pagina dele, excelente resenha...

    ResponderExcluir
  2. eu ADOOOOROOOO esse autor!

    ResponderExcluir
  3. Ei Michelle,

    Adoro o autor, eu já li algumas partes na livraria mas nunca li este livro inteiro. Gostei da dica :)

    bjoo

    ResponderExcluir
  4. kkkk nossa, adorei, deve ser mt engraçado esse livro, até eu q não curto mt os livros dele to afim de ler agora. Deve ser mt hilário. Vc escreveu mt bem essa resenha, adorei!
    E eu já menti sim, e ainda minto, confeso
    tics tics tics q feio

    ResponderExcluir
  5. Claro que já menti para preservar alguém. E que atire a primeira pedra quem nunca o fez ...

    ResponderExcluir
  6. Eu já tinha visto esse livro mas acabei deixando de lado.
    O livro seria, então, vários contos envolvendo mentiras contadas por homens? Se encontrá-lo novamente vou dar uma chance pra ele, quem sabe não me divirto um pouco.

    ResponderExcluir
  7. Esse é novidade, não tinha visto, mas gostei da sua visão sobre o livro.
    Gostei da dica!
    Amei seu cantinho!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  8. acho que vou ler ei , gostei da seu resenha bjsssssss

    ká guimaraes
    Blog acordei com vontade de ler

    ResponderExcluir
  9. Tbm já li e adorei!
    Bjos!!!

    ResponderExcluir